Nova coalizão dos dados promete mais controle para os agricultores

Nova coalizão dos dados promete mais controle para os agricultores

Quando se trata de ajudar os agricultores a aproveitar ao máximo o valor dos dados obtidos no campo, questões de propriedade e de privacidade, têm se mostrado como grande obstáculo. Muitos agricultores têm colocado um pé atrás, quanto à questão de envolvimento com o fabricante e provedores de serviços de soluções de tecnologia para o campo, por causa de preocupações sobre como os dados seriam usados e compartilhados.

Ao ouvir as preocupações dos agricultores, o AFBF (American Farm Bureau Federation) moveu-se rapidamente para desenvolver um conjunto de princípios de privacidade e segurança para os dados obtidos na captura por parte de tecnologias, como um primeiro passo para o aumento da transparência de dados, como manobra para envolver a indústria sobre as questões de privacidade de dados.

Esta semana, o AFBF e uma coalizão das principais partes interessadas na agricultura e novas tecnologias, estão anunciando um novo passo ousado e promissor, chamada ADC (Agriculture Data Coalition). A mais de dois anos em planejamento, a ADC é projetada para ser uma plataforma de armazenamento de dados orientada para o agricultor, que permitirá aos agricultores um melhor controle, gestão e a capacidade de maximizar o valor de seus dados.

“A chave para o sucesso da ADC é que os agricultores são os responsáveis pelos dados, eles estão no controle total, e decidem quem possuem ou não acesso aos seus dados”, explicou o Director Executivo da ADC Matt Bechdol. “Isso é o que define a ADC de outras plataformas. Não se trata de lucro para outros, trata-se de simplificar o gerenciamento de dados, estabelecendo linhas claras de controle, e ajudando os produtores a utilizá-los de maneira que acabará por beneficiá-los”.

O objetivo da ADC, é a construção de um repositório de dados onde os agricultores podem armazenar de forma segura e supervisionar a informação recolhida por seus tratores, colheitadeiras, aviões teleguiados e outros dispositivos. Ao longo do tempo, em que os dados podem então ser limpos, sincronizados e transmitidos de forma eficiente e uniforme a terceiros – sejam eles pesquisadores, agentes de seguro, funcionários públicos, empresários agrícolas, fornecedores de insumos ou qualquer conselheiro de confiança do agricultor.

Segue abaixo alguns parceiros, empresas e organizações que auxiliam no desenvolvimento do conceito ADC :

  • Corporação AGCO
  • O AFBF (American Farm Bureau Federation)
  • Universidade de Auburn
  • CNH Industrial
  • IMS Crop
  • A Universidade do Estado de Ohio
  • Universidade Estadual do Mississippi
  • Universidade de Nebraska-Lincoln
  • Indústrias Raven
  • Grupo de Posicionamento TopCon

Mais parceiros e empresas devem assinar em um futuro próximo. E quaisquer empresas interessadas em aderir a coalizão também serão bem-vindas para chegar, diz Bechdol. Bechdol compara a abordagem ADC de uma plataforma de dados como em um banco. “Os agricultores podem armazenar os seus ativos em um local seguro”, diz ele, “e eles conseguem esses ativos através do equivalente de um sistema bancário on-line.”
A ADC será capaz de transmitir os dados em nome do agricultor, sempre que o agricultor desejar, acrescenta. “Hoje, os agricultores têm que armazenar seus próprios dados, tem que transmiti-lo a si mesmos e tem que depositar ativos em vários bancos separados apenas para fazer negócios.” A ADC está trabalhando com líderes agrícolas e cooperativas de agricultores para garantir que o sistema esteja sempre organizado, estruturado e posicionado para operar de uma forma que será mais benéfico para os produtores e assim, incentivar a utilização por parte dos fazendeiros, diz Bechdol. Ainda comentou, “E mesmo se algumas pessoas não estão prontas ou não tem certeza de como usar os seus dados, ainda faz sentido para eles ter um pouco mais de tempo para depositar as suas informações neste banco universal. Dessa forma, eles serão preparados quando eles precisarem dos dados. ”

“Queremos mostrar progressos tangíveis, e começar a trabalhar com os produtores, para mostrar a visão que esta plataforma de dados pode ser”, diz Mary Kay Thatcher, diretora sênior de relações com o Congresso em AFBF, que tem sido uma pessoa chave para questões de privacidade de dados e de propriedade, e representa o Bureau na ADC. “Simplicidade é a chave”, acrescenta ela. “Não será diferente para os produtores que se inscreverem para qualquer site baseado em internet, e os produtores irão interagir com ele em um número e de maneiras diferentes. Mas, o agricultor estará no controle completo. Eles decidem quem eles confiam, e quem eles querem ter acesso. ”
Para os agricultores e organizações parceiras interessadas que querem aprender mais sobre os esforços da ADC. Segue abaixo a URL

http:// www.AgDataCoalition.org/

Adaptado da revista PrecisionAg.com, co-escrito por Paul Schrimpf

http://www.precisionag.com/data/new-data-coalition-promises-more-control-for-farmers/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.